segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

"O Crime do Vencedor" de Marie Rutkoski [Opinião]


Antes de mais, agradeço à Topseller, que muito gentilmente acedeu a oferecer-me um exemplar deste livro, permitindo-me, assim, dar continuidade à leitura desta série de Marie Rutkoski.

Tal como aconteceu no primeiro livro da trilogia - A Maldição do Vencedor - este segundo volume também apresenta uma capa deslumbrante, que de imediato prende a nossa atenção.

Esta série de fantasia dá-nos a conhecer um mundo onde habitam dois povos inimigos: os Valorianos e os Herrani. Após dez anos de escravatura, os Herrani tomaram a sua terra de volta.
Kestrel, a filha do general Valoriano, de forma a evitar um banho de sangue, aceita casar com o príncipe herdeiro de Valoria. Embora o noivado cause sensação no reino, Kestrel sente-se uma prisioneira no palácio, sob a vigilância apertada do imperador. Mesmo assim, arranja uma forma de passar informações secretas para ajudar o povo herrani, ficando perto de descobrir um segredo chocante.

Marie Rutkoski agarra o leitor desde os capítulos iniciais, com a sua escrita organizada e fluida. Sendo o segundo volume, já nos sentimos mais familiarizados com as personagens e o mundo apresentado. Agora, a narrativa cativa-nos pelos perigos que as personagens estão a vivenciar.

Ao longo deste livro, nota-se que a autora amadureceu e que imprimiu mais intensidade a estas páginas. A narrativa está repleta de perigosos jogos de poder, encontros e desencontros, política, traição, mentiras, mensagens secretas, e ainda uma pequena pitada de um romance difícil e onde imperam os contratempos.

O final foi muito mais intenso e impressionante do que o do primeiro volume e espicaçou a minha curiosidade. As minhas expectativas estão elevadas para o volume que concluirá esta trilogia. Espero que seja brevemente publicado em Portugal.

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário